Notícias

Governo do Estado, Prefeitura de Criciúma e Vereadores combinam encaminhamentos para reduzir filas de espera por exames e cirurgias

28/05/2018 Governo do Estado, Prefeitura de Criciúma e Vereadores combinam encaminhamentos para reduzir filas de espera por exames e cirurgias
Fotos: Clara Fernandes Texto: Daniela Savi e Bruna Borges

 

A reunião dos vereadores de Criciúma com o secretário de Estado da Saúde, Acélio Casagrande, na manhã desta segunda-feira, 28, encabeçada pelo vereador Paulo Ferrarezzi (MDB), presidente da Comissão de Saúde do Legislativo, contou também com a presença da secretária de Saúde de Criciúma, Franciele Lazzarin Gava, e resultou em encaminhamentos para que as filas de espera por exames e cirurgias eletivas no Município sejam reduzidas.

Com a resposta do prefeito Clésio Salvaro na reunião anterior, organizada pelos vereadores, de que vai disponibilizar recursos para encaminhar os exames represados, o secretário Acélio Casagrande informou que além das quase cinco mil cirurgias eletivas que estão sendo feitas com recursos do Estado em pacientes da Região Carbonífera (Amrec), através dos mutirões, a decisão é de combinar com o Município quais especialidades ainda precisam de atenção, para que isto possa ser solicitado aos hospitais prestadores de serviços. “A decisão é de ampliar ainda mais as cirurgias eletivas. O que surgir de novo em demanda em Criciúma nós vamos fazer. Estamos vocacionando os hospitais da Região para receberem estes pacientes. Nosso propósito é de diminuir no máximo o tempo de espera do paciente. Atualmente já concentramos em cada região do Estado 85% dos serviços, ou seja, nos próximos meses queremos levar a regionalização da Saúde a quase 100%”, explicou o secretário de Estado da Saúde, ressaltando que não é por falta de vontade do Estado que as filas não são zeradas. Existem casos em que os prestadores de serviço não têm interesse de trabalhar com base nos valores da Tabela SUS, mesmo com o plus oferecido. Entretanto, estes casos serão discutidos numa reunião posterior, a ser agendada pela Comissão de Saúde da Câmara, com diretores de hospitais da Região, corpo clínico e médicos. Eles serão questionados quanto que cada instituição pode ampliar em cirurgias. “Estamos ajudando os hospitais de menor porte a se tornarem viáveis e os pacientes a saírem das filas”, complementou Casagrande.

Na Região, a fila da Cardiologia já está zerada, assim como na Oncologia, onde a Região é pioneira na fila zero em radioterapia. O objetivo na Amrec é acelerar a fila principalmente de cirurgia geral. As especialidades que mais estão demorando a destravar são neurologia, oftalmologia, dermatologia e endocrinologia. Da parte da Prefeitura, o que ficou acertado é que o Município vai liberar a realização dos exames conforme tiver a garantia de realização da cirurgia, para não perder a validade. “Sabemos que o Governo do Estado está se mobilizando com os mutirões e agradecemos. Mas, precisamos desta garantia da cirurgia para não perder o exame, que custam recursos públicos”, observou a secretária Franciele, dizendo também que o Município vai fazer caminhar as filas por exames que não vão gerar posteriormente procedimento cirúrgico. “Quanto aos que geram procedimento cirúrgico, vamos levar as informações à Secretaria de Estado da Saúde, para que juntos possamos agilizar”, salientou.

O presidente do Legislativo, vereador Julio Colombo (PSB), destacou que houve avanços e que os parlamentares vão continuar cobrando ações. “Os vereadores continuam na busca de solução para essa fila interminável que se formou na questão de consultas, exames e cirurgias. Avançamos bastante em algumas questões, como a cardiológica, por exemplo”, enfatizou.

Paulo Ferrarezi (MDB) mencionou que o Município iniciará, de acordo com as especialidades que hoje podem ter o atendimento através das cirurgias,por meio do Estado, que é a oftalmologia. “Esperamos que o Município comece a liberar mais os exames e dentro disso o Estado tem o compromisso de acompanhando a fila. Vamos continuar cobrando das autoridades”, frisou.